terça-feira, 27 de novembro de 2012


Mensagem do dia 27 de novembro de 2012:

"Filhos,

Não temais as tempestades que se afiguram na vossa jornada. Estamos sob a égide da lei de causa e efeito e, por isso, tais momentos servem como reajuste evolutivo, segundo a necessidade de cada um.

Não condeneis o próximo mais difícil que se apresente nos vossos dias. São nossos pequenos que imploram, nas atitudes e palavras, por cuidados que em outrora olvidamos. Os reencontros, pois, são também uma continuidade dos nossos descuidos do passado.

Lembrem-se, filhos, que em todas as circunstâncias penosas da vida, Deus é e será sempre um educador por excelência, através de Jesus, Mãe Maria e dos obreiros da vida eterna, trazendo os ensinamentos no silêncio do nosso livre-arbítrio. 

Fé, irmãos! Tudo passa, tudo se renova.

Paz sempre com todos, de um amigo espiritual"



terça-feira, 20 de novembro de 2012


Mensagem do dia 20 de novembro de 2012:

"Filhos,

Quando o Mestre nos indicou o caminho do 'amai os vossos inimigos', a implicação disso repercute nas várias eras da humanidade. Os laços de ódio se alastram sucessivamente nas encarnações, como se tivéssemos pendências a serem saldadas no cômputo dos nossos erros. 

Não é somente o esquecimento das ofensas. É preciso amar, filhos!

Busquem-se uns aos outros, repensem vossos medos do passado. Vamos fitar o próximo passo, sem esquecer daquele que nos ofendeu  e mais ainda, que foram ofendidos por nós em outrora. Mudem-se, para que vossa caminhada seja convincente para aqueles que não se lembram mais da luz.

Assim, sentir-vos-ão mais leves do encargo evolutivo, o perdão se aproxima e far-se-á na prática a máxima de Jesus: 'amai ao próximo como a vós mesmos'. 

Paz sempre, filhos, do humílimo servo de vós,

Bezerra."


quinta-feira, 15 de novembro de 2012



Mensagem do dia 13 de novembro de 2012:

"Filhos,

Como é doce a alegria do reencontro com as antigas estradas!

O coração no campo d'alma se rejubila pelas novas energias hauridas. 

No campo do sentir, não há razão humana capaz de deduzir teoremas que expliquem tal momento único. Basta sentir e tudo se explica.

Entretanto, filhos, passada a euforia das horas festivas, ainda sim é tempo de recalcular os novos passos. Muitos compromissos ainda serão relembrados, muitos a serem amados, com os cuidados necessários. 

Para aquele que trabalha em nome do Cristo Jesus, a intuição deve ser constante e atenta, para que se cumpra na Terra o planejado nas esferas de luz.

Não esmoreças! Maria será sempre a doce salvaguarda dos momentos de dor!

Que a Mãe de todos traga luzes aos diletos corações dos filhos de Eva!

Paz sempre! Do humílimo servo do Mestre,

Bezerra"


quarta-feira, 7 de novembro de 2012



Mensagem do dia 06 de novembro de 2012:

"Filhos queridos,

A humanidade ressente o peso das próprias dores. Nos quatro cantos do querido orbe ressentem-se inúmeros irmãos dos dois planos em lágrimas claudicantes, em sôfregas rogativas para que se livrem do mal. 

Somos nós as colheitas dos nossos plantios. 

Conscientes disso, o cristão sincero e disposto a se melhorar se ergue a cada queda, a cada encontro com o passado. Com humildade, possui seu olhar voltado para dentro de si, preocupando-se mais com seus próximos passos do que transferindo preciosos minutos evolutivos na preocupação para com a caminhada do próximo, tão limitado quanto vós.

Por fim, filhos, não se esqueçam do Alto, das bênçãos da Santíssima Mãe e do Mestre Jesus. Coloquem a vossa fé à serviço de vós mesmos. 

Assim, antes de desejardes um mundo melhor, far-se-ão dentro de vós mesmos um mundo novo de regeneração.

Sob as bênçãos de Maria, deixo um abraço sincero a todos os queridos filhos, do humílimo servo de todos,

Bezerra"